Av. Ipiranga 7464 - Sala 1032 / Jardim Botânico - 91530-000, Porto Alegre/RS

Criação de Sites, Desenvolvimento de Aplicativos

Aplicativos para monitorar a febre

Aplicativos para monitorar a febre

Depois, com o passar do tempo, se faz uma análise para investigar se há uma correlação entre os acidentes e se algo pode ser feito para melhorar a segurança dos pequenos. O mesmo princípio se aplica para alguns apps de smartphone desenvolvidos para monitorar a febre das crianças. É interessante pois a febre é um alerta importante e às vezes os episódios podem ter correlação.

 

A maior parte desses apps funciona de maneira intuitiva, com um perfil para cada criança e as informações de temperatura, data, horário e medicamento aplicado. Os aplicativos fazem gráficos e fornecem um histórico detalhado, que pode ser compartilhado com o médico. Há inclusive um bacana, com interface totalmente em português, chamado FeverTrack.

 

Além desses apps estão surgindo toda uma nova gama de sensores que medem a temperatura, como os bodies termosensíveis e pequenos objetos vestidos pelas crianças, como o Sproutling Baby Monitor, tornozeleira eletrônica  inteligente que ajuda os pais a monitorar não apenas a temperatura dos bebês como outros sinais vitais.

 

Há ainda os dispositivos que acomplam em smartphones, sobre os quais eu fiz um post aqui e os aplicativos de smartphone que medem a temperatura por contato, como este. Dizem que esses por contato não funcionam muito bem. Mas, se fossem precisos, resolveriam um problemão para os pais e mães: a ausência do termômetro em alguns momentos.

Data Postada: 14/10/2016
Criação de Sites, Desenvolvimento de Aplicativos Fale com um consultor agora mesmo!