Av. Ipiranga 7464 - Sala 1032 / Jardim Botânico - 91530-000, Porto Alegre/RS

Criação de Sites, Desenvolvimento de Aplicativos

Como preparar e criar um bom disparo de E-mail Marketing

Como preparar e criar um bom disparo de E-mail Marketing

O E-mail Marketing é um dos canais online de comunicação com o consumidor mais antigos, e também um dos únicos que ainda não caiu e só se aperfeiçoa cada vez mais. Além de ser uma estratégia com o custo relativamente baixo, você consegue conversar diretamente com o consumidor. A maioria dos anunciantes que trabalham com esse tipo de ferramenta comprovam que ela traz grandes resultados como por exemplo relacionamento direto com o cliente, é um ROI levado e também é ótimo para levar trafego para seu site.

Mesmo o e-mail marketing ser uma das malas diretas mais efetivas, ela demanda muito cuidado e trabalho para ser produzida, pois os e-mails têm suas defesas contra “spam” ou diretrizes diferentes para mídias. Por isso vamos passar algumas dicas para produzir um bom e-mail marketing, que seja interativo e que não acabe na lixeira ou na caixa de spam.

1. Call to Action

Um Call To Action bem definido no seu título pode garantir a abertura do seu e-mail. Não é nenhuma novidade que títulos com contexto e chamativos, despertam o interesse do consumidor, pois ninguém quer receber na sua caixa de entrada um e-mail sobre algo que não está procurando ou algo que você goste. Ao contrario de que muitos pensam um bom CTA não é aquele que vem avisando, em caixa alta, sobre descontos.

Um bom CTA é aquele que é objetivo, e indica ao consumidor exatamente o que ele vai encontrar ali. Além de explicar, em poucas palavras, sobre qual conteúdo se trata aquele e-mail, ou seja, deve ser intuitivo, atrativo e engajador.

2. Imagens e ilustrações leves e de alta qualidade

Uma das práticas para não enviar seu e-mail direto para a lixeira do usuário é trabalhar com conteúdo e programação leve. O mais recomendado é trabalhar com o HTML como se fosse produzir, todo o conjunto em um único arquivo de imagem, este tipo de programação (HTML) dá a sua possibilidade de separar o arquivo em blocos para criar os textos e anexar links no mesmo. Assim é possível usar diversos links em um único arquivo e não deixando ele pesado demais para e navegar, também não se deve esquecer de manter imagens leves e que carreguem de maneira rápida.

3. Seja pessoal

Como o e-mail é um canal direto com o consumidor, uma comunicação One To One, você não pode falar com uma empresa, deve ser o mais pessoal possível. Nunca se deve esquecer que você esta em um meio “privativo” do usuário e na maioria das vezes, ele não quer ser incomodado por marcas falando sobre promoções ou tentando se promover.

Você deve evitar e-mails longos e chatos, e compartilhar alguma informação relevante com seu consumidor, seja relevante, mostre-se útil para lembrar de você quando precisar. Outro modo de se aproximar mais de uma relação pessoal é personalizar seu CTA ou a conversa, como por exemplo, se você tenha uma base pequena ou alguma inteligência e consiga personalizar nomes você tem uma taxa de abertura e de conversão muito maior, muitas empresas já vem adotando essa estratégia.

3. Alta frequência na entrega

Um dos maiores problemas que faz com que a maioria das empresas percam pessoas da base do seu lead, ou pedir a remoção do cadastro é ter uma frequência muito alta nos envios de e-mail, o que acaba por cansar o consumidor. Como dito acima, você não deve estar toda a hora na caixa de entrada do seu público, só precisa se mostrar útil. Outro modo de não precisar entrar em contato a todo momento para ser lembrado, é ter sua própria lista de e-mails. Assim você cria uma lista qualificada (Lead) de pessoas que realmente estão interessadas em receber conteúdos de sua marca, aumentando assim sua taxa de abertura e possivelmente as conversões.

4. Cuidar o SPAM

Você pode ter feito uma boa segmentação, ter alugado uma base ou trabalhado com afiliados, mas nada adianta se você não levar em consideração que dependendo dos links e do formato, é capaz de você ir direto ao spam. Assim a quebra entre e-mails abertos e recebidos será muito maior. Além de objetivo, você precisa ser relevante e entregar o que o usuário procura.

Para você não ir direto ao spam, o e-mail marketing deve seguir algumas diretrizes como por exemplo, não ser muito pesado com muito conteúdo e imagens pesadas, devem ter links que levem para páginas de destino seguras e títulos com contexto e que façam sentido. Muitos acabam por não seguir algumas dessas etapas e acabam por perder uma boa uma grande oportunidade de elevar o ROI da campanha.

Data Postada: 21/02/2018
Criação de Sites, Desenvolvimento de Aplicativos Fale com um consultor agora mesmo!